Qual é o papel da equipe de gestão/diretoria/liderança para uma empresa mais inclusiva?

Por Jenniffer Cornélio - Equipe Educativo



A liderança é um pilar fundamental nas relações humanas! E é preciso entender que o estereótipo de 'chefia autoritária' (aquela que se limita apenas a delegar tarefas) ficou no passado, as figuras de gestoras/gestores ou diretoras/diretores agora são outras. O caminho é acolher as/os colaboradores/colaboradoras, engajar suas potencialidades e habilidades, saber o momento correto de fazer críticas construtivas, se auto avaliar e avaliar de forma imparcial, reconhecer as pequenas e grandes evoluções — trazendo corresponsabilidade — para que todas/os sejam autoras/autores de suas próprias jornadas profissionais.


Quando falamos em liderar, falamos sobre a habilidade de direcionar/nortear com inteligência emocional e coerência, a capacidade de propor ideias assertivas, contribuir e desenvolver seus pares, ter (co)responsabilidade afetiva e profissional na tomada de decisões, e ter um olhar 360º voltado para as forças e fraquezas de sua gestão e de suas/seus geridas/geridos.


Outro aspecto essencial em uma liderança humanizada e assertiva é ser inclusiva, não ter nenhum tipo de preconceito, perceber que todas as pessoas têm algo a oferecer e desenvolver dentro da empresa. Independente de situação financeira, grupo étnico-racial, idade, deficiência, gênero, orientação sexual e/ou qualquer característica, é preciso ser um/uma líder que preza por uma empresa equânime, com ideias e valores em prol da diversidade, da inclusão e do respeito.


Sabemos que é um grande desafio manter uma empresa em equilíbrio e com valores sólidos que não se pautam apenas na quantidade, mas sim na qualidade. Uma liderança humanizada e inclusiva tem em seu ecossistema colaboradores/colaboradoras felizes e que defendem a empresa em que trabalham como se fosse sua casa, respeitam e torcem para o crescimento, pois, tudo é mútuo e equilibrado.


Empresas, lideranças, tenham em sua consciência, valores e ideias que:

A humanização dos processos é um retorno positivo!


Acolhimento é criar e possibilitar vínculo. E, a partir daí, é possível avaliar o desempenho de cada colaboradora/colaborador, entendendo resultados e contribuindo para o desenvolvimento do melhor que cada uma/um tem a oferecer.


Se você quer saber mais sobre esta temática, busca cada vez mais melhorar sua empresa, ter ideias em prol de um ambiente inclusivo, antirracista, antibullying e que promove a equidade de gênero, conheça a nossa consultoria empresarial.

27 visualizações0 comentário