Como lidar com o preconceito em sala de aula

Jenniffer Cornélio - Educativo

Educador, educadora,

Atente-se, o preconceito está nas atitudes diárias disfarçadas de ações comuns!

Você deve estar pensando… “Ok, mas como lidar com o preconceito em sala de aula?”

Sei que não é uma tarefa fácil fazer com que seus alunos, alunas e alunes se sintam pertencentes neste espaço tão importante que é a sala de aula — e que tenham todas as suas pluralidades respeitadas, independente de cor, classe social, identidade de gênero, origem familiar e/ou qualquer tipo de característica que faz com que a sua identidade seja única.

Neste texto, você não encontrará uma receita prática, mas estratégias de como lidar de forma responsável com o preconceito e evitá-lo em sala de aula.

Vamos lá?


Ensine sobre diversidade

Uma das melhores formas de lidar com o preconceito, é ensinar sobre diversidade cultural, história e vivências de outros países. Desperte em seus alunos, alunas e alunes novas perspectivas! Mostre, por exemplo:

- palavras e dialetos de outros povos;

- contos populares;

- histórias de várias culturas;

- instrumentos musicais, entre outros.

Desta forma, valores como o respeito e a empatia podem ser estabelecidos propiciando uma troca significativa.


O diálogo é o caminho

Sabemos que existem problemas e desafios relacionados a diferentes culturas e etnias, que não podem continuar — não vivemos no país das maravilhas! Por isso, dialogue, mostre aos seus alunos, alunas e alunes, exemplos de algumas situações de preconceito e explique que é essencial combatê-lo.

Fale sobre trabalhos de organizações e movimentos de impacto social, que possibilitam a tolerância e a compreensão entre as pessoas, para um mundo mais justo e melhor.


Recorra à literatura

Use personagens representativos da literatura — Os/as estudantes se espelham em personagens de seus livros e, por isso, é muito mais fácil inserir a linguagem e construir uma visão antipreconceitos com debates ou dinâmicas e narração de histórias sobre o assunto. Estes são caminhos positivos para trabalhar sobre o preconceito.

Lidar com as situações de preconceito em sala de aula de forma construtiva é muito importante. Não esqueça, você, educador/educadora, você é fonte e possibilidade de mudança de indivíduos e da sociedade. Então, bora romper as barreiras que o preconceito proporciona dentro e fora da sala de aula?

Gostou deste conteúdo? Confira mais posts aqui em nosso blog e fique por dentro de outras dicas a respeito!


67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo