A luta antirracista e a coerência nas tomadas de decisão



Pode não ser fácil o alinhamento entre a intenção e a coerência das ações quando a pauta é a luta antirracista mas, com certeza, esta coerência é primordial. É ela quem vai definir a continuidade dos resultados desejados e esperados. E isso não é fácil pois este é um tema onde, mesmo quem é aliado, está em um recente e longo processo de aprendizado, que não pode ser a todo momento usado como justificativa para irresponsabilidades mas que deve ser considerado.

Até que ponto uma empresa antirracista mostra na ‘'vitrine'' aquilo que vem dentro do pacote? Ou seja, até que ponto o que uma empresa diz é aquilo que ela faz?

E reforçamos: É um aprendizado constante, que demanda reconhecimento e reparação, seja por consciência própria, seja por pressão do mercado e da sociedade, ou seja por tudo isso junto (que é o melhor cenário).

Recentemente em matéria da Exame vimos um caso que nos faz refletir muito sobre isso. O Linkedin tinha proibido o anúncio de vagas afirmativas pois, segundo ele, estes anúncios não dialogavam com sua política.

Houve imediata repercussão e crítica sobre a decisão, principalmente porque o Linkedin vem manifestando em seus canais ações antirracistas, de combate a homofobia e a outras discriminações. Recentemente a empresa voltou atrás, revisando sua política interna e voltando a permitir o anúncio de vagas afirmativas. Mas muitas pessoas nas redes se questionam agora se, de fato, a empresa está engajada com as pautas de diversidade.

A importância da coerência nestes casos é muito importante inclusive por causa da percepção de confiança daquilo que está sendo feito. Mas também não podemos esquecer do fato deste aprendizado ser contínuo.

O que é importante: Em quanto tempo e como será reparada a questão? Outras situações semelhantes vão acontecer, tornando o comportamento recorrente e curriqueiro? Ou uma vez aprendida a lição, o avanço será constante?

Na Consultoria de Diversidade da Piraporiando uma das coisas que mais ouvimos de profissionais é sobre a recorrencia de casos de discriminação, mesmo quando a empresa tem um programa de diversidade.

Na sua empresa, quais situações você recorda que se assemelham com o que aconteceu com o Linkedin?

O que sua empresa tem feito para que não haja recorrência nos casos de discriminação?

Nós queremos te convidar a bater um papo conosco sobre o assunto! Clique aqui e ganhe uma consultoria gratuita!

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo